domingo, 8 de fevereiro de 2009

Ginóide



Olhos, boca, ela é capaz de sentir o vento e tem um sistema que simula emoções.
Última geração, mas o material não é de boa qualidade e sempre precisa de reparos, mal polido, mal talhado. Por superaquecimento, as vezes entra em curto, isso acontece frequentemente, como quando entra em comflito com a linguagem de outros.
Mal tingido, sua blindagem eh escass, não tem resistencia contra sol ou agua, mas ainda assim insiste na segunda, talvez por isso se enferruge tanto.Não é um androide de guerra, não porta armas, não recebeu nenhuma órdem, não tem finalidade alguma a não ser compor um montante de outros iguais. A base a mesma, características físicas singulares .
Quando tem o sistema agredido, se formata, mas quase sempre não se tem pleno sucesso e restam partes que deviam ter sido apagadas.
Não descansa, enquanto todos dão uma pausa na operação, ela fechaos olhos e passa a acessar sua memória PROM, terá sido outrora sua carcaça para outra configurada?
.
.
.
.
.
Um andróide que se apaixona, que não se adapta à instantaneidade, que não se desgarra dos seus, que não se conecta com a interatividade, nem sequer com a rapidez de informações...

L7

Nenhum comentário:

dez_interessantes

About Author